Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/?ids=http://www.drcarlosschlischka.com.br/portal/index.php?option=com_k2&view=item&id=7:queda-de-cabelos) [function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/drcarlosschlischka/www/portal/plugins/content/bt_socialshare/bt_socialshare.php on line 767
Quarta, 05 Julho 2017 20:33

Queda de Cabelos

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Quando o cabelo que antes era saudável começa a ficar mais fino e a cair, homens e mulheres sentem-se devastados, impotentes e inseguros. O desejo de ser atraente e ter uma aparência saudável e jovial faz parte da vida do ser humano. Todos podem e devem cuidar de sua aparência para viver melhor, ampliando seu capital de beleza e sua força de atração, desde que sigam as instruções corretas. Os recursos da Medicina e da Cirurgia estão cada vez mais sofisticados, menos invasivos, seguros e mais acessíveis financeiramente, proporcionando um alto grau de satisfação a um grande grupo de pessoas, podendo devolver aos homens e mulheres o prazer de se olharem. A genética, o efeito do Sol, o passar dos anos, a dieta e o estilo de vida, o uso de químicas agressivas para os cabelos são fatores que contribuem para a queda e perda capilar, situação inevitável, a qual pode ser restaurada e/ou amenizada por meios médicos ou cirúrgicos (transplante) através de diversas técnicas.

Ciclo de crescimento do cabelo normal:

Anágena (crescimento) - Dura em média de 2 a 5 anos. Catágena (repouso) - Dura em média 6 semanas. Telógena (queda) – Dura em média 6 meses. 85-90% dos cabelos estão crescendo, enquanto 10-15% ficam inativos depois de atingirem seu potencial máximo de crescimento.

Consequências de um ciclo de crescimento do cabelo rompido:

As diferentes fases do Ciclo de Crescimento do Cabelo podem ser rompidas por alguns motivos: genética, hormônios, estresse, saúde, medicamentos e alimentação. A consequência de um Ciclo de Crescimento de Cabelo rompido é que o cabelo cai muito cedo e/ou não começa a crescer novamente no folículo. A combinação de uma fase de crescimento reduzida e uma fase de descanso prolongada leva a mais cabelos caindo e um recrescimento mais fraco. 

Causas principais de queda de cabelos:

As quedas de cabelos são divididas em dois grandes grupos:

Cicatriciais: São raras e os cabelos não retornam nunca mais. Embora possa ser amenizada e às vezes interrompida quando ainda no início do processo, o tratamento definitivo é o transplante capilar. 

 Não cicatriciais: por sorte, são as mais frequentes e os cabelos retornam ou estacionam a queda com o tratamento. Devem-se a vários fatores, e os principais são: 

- Genética: É a causa mais comum em homens e mulheres. A principal é a “Alopecia Androgenética” que na mulher começa a se manifestar no período pré e pós-menopausa. No homem se manifesta mais precocemente, em torno dos 20-25 anos de idade.

-  Hormônios: Irregularidades hormonais podem levar à quebra do ciclo do crescimento do cabelo. Menopausa, problemas da tiroide, síndrome dos ovários policísticos, pós-parto são as mais comuns.

- Estresse: Estresses agudos e crônicos podem precipitar certas condições de queda ao romper o ciclo de crescimento do cabelo. Os sinais visíveis geralmente aparecem entre 4 e 16 semanas depois do acontecimento.

Saúde: Infecções com febres muito altas, certas condições autoimunes, problemas digestivos e outras que ocorrem entre 4 e 16 semanas antes de a queda ser notada.

- Medicamentosa: Ás vezes é difícil apontar precisamente a influência nos cabelos de certos medicamentos, mas os mais comumente relacionados são: quimioterápicos, antidepressivos, certos anticoncepcionais e hormônios e medicamentos para controle do colesterol.

 - Alimentação: Deficiências nutricionais (vitaminas, minerais e proteínas) ou metabólicas, envolvendo nutrientes que são essenciais ao crescimento dos cabelos. Isso acontece nas dietas muito severas, gravidez, e após cirurgias bariátricas (“redução do estômago”). Lembrando que as fibras capilares são compostas por aproximadamente 90% de proteínas!

- Traumas físicos e químicos: Certos procedimentos estéticos e penteados podem provocar quebra dos fios ou provocar processos inflamatórios nas raízes.

Na prática, todas estas condições podem estar associadas, portanto o tratamento deve comportar toda a cadeia dos eventos desencadeantes da queda, atuando nos diferentes níveis do Ciclo de Crescimento do Cabelo, ajudando a normalizar a vida total e a funcionalidade dos folículos capilares desbalanceados. O Objetivo é estimular as células-tronco do folículo capilar e as células da derme, essenciais no processo de regeneração do cabelo, ativando os genes que induzem e intensificam as fases de crescimento (anágena) e maturação do folículo capilar, induzindo o prolongamento destas fases, retardando a fase de queda natural (telógena) e “despertando” o folículo em fase de repouso (catágena).

Diagnóstico:

CONSULTA E AVALIAÇÃO ESPECIALIZADA: O primeiro passo é uma consulta com um profissional médico pós-graduado em Tricologia (especialidade que trata do diagnóstico e tratamento dos problemas dos cabelos). Será feita uma análise clínica baseada na sua história e um exame do seu couro cabeludo, chamado “Tricoscopia”, utilizando-se um microscópio digital, com aumento potente, proporcionando uma avaliação da densidade dos fios, desde a raiz.

EXAMES LABORATORIAIS: Avaliação das condições nutricionais e hormonais envolvidas (tireoide, deficiência de proteínas, vitaminas e minerais, anemia, “stress” e outras). Juntando os dados da história clínica e familiar, análise microscópica e os exames laboratoriais, de posse do diagnóstico, passa-se então à fase do tratamento.

TRATAMENTOS:

- Clínico: Consiste em ações conjuntas para prevenir e interromper a queda, além de estimular o “despertar” dos fios em fase de repouso (catágena), atuando de maneira holística em todo o ciclo capilar:

Balanceamento nutricional, através de suplementação alimentar.

Balanceamento hormonal, tratando as irregularidades hormonais detectadas.

- Uso de xampus e loções capilares específicas, de acordo com as suas necessidades.

Intradermoterapia Capilar: estimulação direta da raiz dos cabelos com Fatores de Crescimento Epitelial e Vascular, vitaminas, proteínas específicas, dilatadores dos vasos sanguíneos e reguladores da ação indesejável dos hormônios masculinos que provocam a queda e impedem o crescimento capilar. Em casos selecionados, aplicação de PRP (PLASMA RICO EM PLAQUETAS), preparado e separado através da centrifugação do sangue da própria pessoa e injetado em pequenas doses no couro cabeludo. Este plasma preparado especialmente é rico em FATORES DE CRESCIMENTO naturais. Além de estimular o brotamento dos fios em fase de repouso (catágena), atrai e facilita a ação de células tronco no local.

- Cirúrgico: O tratamento cirúrgico é o Microtransplante Capilar, técnica desenvolvida e aperfeiçoada a partir da técnica clássica, realizado com a separação e implantação microscópica dos folículos capilares em unidades “fio a fio”, proporcionando um aspecto bastante natural, sem aquela aparência dos transplantes do passado (“cabelo de boneca”).        

PORQUE NOSSO MÉTODO É EFICAZ?  

Nosso tratamento contempla TODAS as causas possíveis, rompendo o círculo vicioso da queda, restaurando e balanceando o ciclo de crescimento do cabelo. Cada pessoa tem as suas particularidades e o tratamento deve ser individualizado de acordo com suas necessidades peculiares.



Ler 363 vezes